terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Glória, Glória, Aleluia! Vencendo vem Jesus!

Mine eyes have seen the glory - (Battle Hymn of the Republic)

79 - Já refulge a glória eterna de Jesus, o Rei dos reis;/ Breve os reinos deste mundo seguirão as Suas leis!/ Os sinais de Sua vinda mais se mostram cada vez./ Vencendo vem Jesus!

Glória, glória, aleluia! (3x) Vencendo vem Jesus!

O clarim que chama os crentes à batalha já soou;/ Cristo, à frente do Seu povo, multidões já conquistou./ O inimigo, em retirada, seu furor patenteou./ Vencendo vem Jesus!

Eis que em glória refulgente sobre as nuvens descerá/ E as nações e os reis da terra com poder governará./ Sim, em paz e santidade toda a terra regerá./ Vencendo vem Jesus!

E por fim entronizado as nações há de julgar;/ TNegritoodos, grandes e pequenos, o Juiz hão de encarar./E os remidos triunfantes/ em fulgor hão de cantar: Vencido tem Jesus!

_________________________________________


A música é atribuída tradicionalmente a William Steffe, nascido na Carolina do Sul e criado na Filadélfia, no século 19. Pesquisadores, no entanto, acreditam que Steffe teve uma participação superficial e que a melodia era uma dessas atribuídas a vários compositores. Charles Claghorn, eminente hinólogo e autor de uma extensa pesquisa desse hino, diz que a melodiNegritoa poderia ter tido sua origem como um Negro Spiritual. Acredita-se que deva ter sido uma canção de trabalho das grandes fazendas do sul, no tempo da escravidão e, pelo seu padrão literário, métrica e ritmo, útil para ser cantada durante a colheita de algodão.

A letra é do Cantor Cristão, adaptada da original "Os meus olhos viram o esplendor da vinda do Senhor" (letra original abaixo na postagem) de Julia Ward Howe, pelo Pastor Ricardo Pitrowsky (1891-1965), chamado de "O gigante dos pampas".

Durante a Guerra Civil americana, a letra "John Brown's Body" foi muito cantada. John Brown foi um homem famoso pelos seus esforços para libertar os escravos, tendo sido enforcado em 1859. Várias outras letras surgiram, pois a melodia era contagiante.


Julia Ward HoweNegrito (1819-1910) nasceu em Nova York. Desde cedo mostrou muito talento poético. Casada com o redator de um jornal de Boston, Dr. Samuel G. Howe - muito devotado às causas humanitárias e forte defensor da libertação dos escravos - viajou em sua companhia pelos Estados Unidos e Europa. Eram muito amigos de políticos e literatos. Foi uma mulher muito ativa no seu tempo, destacando-se em fluente oratória. Pregou muitas vezes na sua Igreja Unitariana.

Em 1861, na Virgínia, assistiu a um grande desfile militar presidido pelo Presidente Abraão Lincoln. Na volta para Washington, ouviu soldados cantando a música conhecida como "O Corpo de John Brown" . Impressionada, Julia escreveu uma letra para a melodia, a conselho de um pastor amigo. Na mesma noite, em seu quarto de hotel, escreveu as demais estrofes, publicadas em 1862 com o título de "O Hino de Batalha da República". O hino teve pouca aceitação, até que um capelão metodista, Charles McCabe, começou a cantá-la para o seu regimento. Preso pelos soldados do sul, após ser libertado cantou o hino a pedido do Presidente Lincoln.

A partir daí, o hino teve muita aceitação e tem sido apreciado por grandes líderes. Foi o hino predileto de Lincoln. Foi entoado na cerimônia de posse do Presidente Lyndon Johnson. Da mesma forma, foi entoado no culto fúnebre de Winston Churchill e no ofício em memória do Senador Robert Kennedy.

________________________________________


A letra original Mine eyes have seen the glory, transcrita do hinário "Seja Louvado"

e traduzida por J.Costa, é a seguinte:

Os meus olhos viram o esplendor da vinda do Senhor/ Que extermina da vindima suas uvas de rancor;/ Como um raio é sua espada, flamejante o seu fulgor,/ Vencendo vem Jesus!

Glória, glória, aleluia! (3x) Vencendo vem Jesus!

Em centenas de arraiais, qual sentinela o pude ver,/ Construíram-lhe um altar no orvalho frio do entardecer;/ Seu juízo, em luz mui fosca e tremulante o posso ler:/ "Seu dia em breve vem."

Tenho lido no Evangelho, que imutável ficará,/ Que na luta contra os ímpios, ele a graça nos dará;/ Ele, o herói, nascido de homem, que a serpente esmagará:/ Triunfa o nosso Deus!

A trombeta que jamais a retirada irá tocar/ Ecoou solenemente - os homens todos vai julgar;/ Vem minha alma, jubilosa, prontamente te entregar:/ Vencendo vem Jesus!

Entre os lírios tão formosos, Cristo humilde quis nascer/ Com a glória no seu seio, que transforma e dá poder;/ Fez-nos santos pela morte, vamos nós também morrer/ E os homens libertar!

__________________________________________________

Fonte: extraído de "Se os hinos falassem", volume IV, de Bill H. Ichter.

__________________________________________________

O hino:

__________________________________________________

Um comentário:

  1. Que linda esta letra da primeira versão do "Ja refulge a glória eterna..." Franke, eu gosto de ler sobre as histórias dos Hinos, sempre me trazem prazer espiritual.
    Obrigada meu amigo, continue sempre a postar estas belas histórias...
    Ilaíde

    ResponderExcluir